LS Esporte - Portal de Notícia Esportiva de Rondônia

Notícias Futebol Nacional

ZAGUEIRO RENAN DO BRAGANTINO ATROPELA E MATA MOTOCICLISTA EM RODOVIA NO INTERIOR SÃO PAULO

O jogador vai ser autuado em flagrante por homicídio culposo, com o agravante de ter ingerido bebida alcoólica e não ter permissão para dirigir

ZAGUEIRO RENAN DO BRAGANTINO ATROPELA E MATA MOTOCICLISTA EM RODOVIA NO INTERIOR SÃO PAULO
Foto: Divulgação
Imagens
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Um motociclista morreu em um acidente com um carro nesta sexta-feira (22), na Rodovia Alkindar Monteiro Junqueira, que interliga Bragança Paulista a Itatiba. De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual, o motorista do veículo é o zagueiro do Bragantino, Renan da Silva, que se recusou a fazer o teste do bafômetro após o acidente.

De acordo com o boletim de ocorrência, por volta das 6h40 o veículo Honda Civic, conduzido pelo jogador seguia pela rodovia no sentido Itatiba/Bragança Paulista no Km 47 e entrou na contramão da direção, em faixa continua e colidiu frontalmente com a motocicleta Honda CG 160, conduzida por Eliezer Jorge Pnea, que seguia pela mesma rodovia, no sentido contrário. O motociclista de 38 anos morreu no local. Ele deixa esposa e duas filhas.

  Foto: Celso Ricardo

No local, o indiciado não apresentava lesões e foi convidado a realizar o teste do etilômetro, sendo negado.

Renan apresentava odor etílico, mas não apresentava demais sinais característicos de embriaguez, não podendo afirma que estava, no entanto, ao ser questionado a respeito de ter ingerido bebida alcoólica, disse ter ingerido ‘‘Gin’’ em uma festa que estava. Ele também disse que acabou cochilando no volante.

O zagueiro de 20 anos estava com a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) cassada por estourar o limite de pontos. O atleta foi conduzido à cadeia de Piracaia e deve passar por audiência de custódia neste sábado, 23/07.

O jogador vai ser autuado em flagrante por homicídio culposo, com o agravante de ter ingerido bebida alcoólica e não ter permissão para dirigir, o que torna o crime sem fiança.

O Red Bragantino, clube que o atleta defende atualmente informou que está acompanhando o caso de perto e se coloca à disposição para prestar toda a assistência necessária às autoridades e aos familiares da vítima, com os quais se solidariza neste momento de grande tristeza.

Fonte: Jornal Bragantino

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )