LS Esporte - Portal de Notícia Esportiva de Rondônia

Notícias Rondônia

TUMULTOS, ARREMESSOS DE OBJETOS E AGRESSÕES FÍSICAS DE DIRIGENTES E SEGURANÇAS SÃO RELATADOS EM SÚMULA E RDJ

O fato mais grave relatado no relatório, foi mais uma vez, a conduta do diretor geral de esportes do União Cacoalense

TUMULTOS, ARREMESSOS DE OBJETOS E AGRESSÕES FÍSICAS DE DIRIGENTES E SEGURANÇAS SÃO RELATADOS EM SÚMULA E RDJ
Foto: Reprodução
Imagens
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A primeira partida da decisão do Campeonato Rondoniense Serie - A, realizada sábado, 07/05, no estádio Aglair Tonelli, em Cacoal, entre as equipes do União Cacoalense e Real Ariquemes foi ofuscada por tumultos, confusões, agressões físicas, arremessos de objetos, invasão e até explosão de bombas.   

Vídeos, fotos e boletim de ocorrência policial fazem parte do relatório do árbitro na súmula da partida e do relatório do delegado do jogo - RDJ.

Vários vídeos que mostram agressões físicas de um dirigente do União Cacoalense agredindo fisicamente torcedores do Real Ariquemes na arquibancada no espaço destinado ao visitante circulam nas redes sociais, assim como, a agressão do diretor geral de esportes do time cacoalense ao membro da comissão técnica do Real Ariquemes.

A partida terminou com a vitória do Real Ariquemes pelo placar de 1 a 0, resultado que garante ao Furacão do Vale do Jamari, a vantagem de jogar pelo empate no próximo domingo, 15/05, no Valerião, em Ariquemes, para conquistar o título de campeão do campeonato. O gol foi marcado por Edson, aos 23 minutos do 2º tempo, após falta cobrada da entrada da grande área, o goleiro Arthur falhou deixando a bola escapar e Edson só mandou para o fundo da rede.

SÚMULA E RDJ, CARREGADOS DE DENÚNCIAS

Na súmula, o árbitro relatou o arremesso de uma pedra por um torcedor (não identificado), em direção ao banco do visitante (Real Ariquemes). Cita também, o tumulto ocorrido ao final da partida na entrada (boca) do vestiário do Real, quando supostos seguranças do União Cacoalense impediram a entrada dos jogadores e comissão técnica sendo necessário a intervenção da Policia Militar.

Parte da súmula página de relatórios

No relatório do delegado do jogo, foi relatado que no intervalo da partida, foi arremessado pela torcida do Real Ariquemes uma bomba, supostamente de fabricação caseira, para dentro do campo de jogo (gramado), provocando um barulho ensurdecedor

Consta também, que no inicio do 2º tempo, o delegado do jogo foi chamado para constatar que o ônibus do Real Ariquemes foi atingido por uma bomba, supostamente caseira danificando vidros da janela do veículo.

No RDJ, também consta a coação de torcedores do União Cacoalense no alambrado no fundo do gol que dá acesso aos vestiários arremessando garrafas com água, copos descartáveis cheios de areia, pedaços de gelo e proferindo xingamentos com palavras de baixo calão contra os jogadores e comissão técnica do Real Ariquemes, sendo necessário a intervenção da policia Militar.

Relatório do Delegado do Jogo

O delegado também relatou a tentativa de agressão por parte de um segurança do União, que não foi identificado, desferindo socos em jogadores do Real, na entrada (boca) do vestiário. E o fato mais grave relatado no relatório, foi mais uma vez, a conduta do diretor geral de esportes do União Cacoalense, o senhor Weverson Dias da Silva, que segundo o delegado da partida teve acesso ao campo de jogo pelo vestiário da sua equipe (invasão), agrediu de forma violenta o roupeiro do Real Ariquemes quando descia ao seu vestiário, causando-lhe ferimento na cabeça (sem citar a gravidade). A diretoria do Real Ariquemes registrou um Boletim de Ocorrência Policial, que fora anexado ao relatório do delegado do jogo.

Relatório do Delegado do Jogo

DIRIGENTE JÁ FOI PUNIDO COM SUSPENSÃO DE 120 DIAS

No ano passado, em 9 de setembro, o diretor geral de esportes do União Cacoalense, senhor Weverson Dias foi punido pelo TJD, com suspensão de 120 dias. Penalidade encerrada em 10 de janeiro deste ano de 2022.

PROCESSO Nº 023/TJD/2021 - Notícia de infração da Federação de Futebol do Estado de Rondônia em desfavor dos denunciados, Wesley Dias da Silva, Presidente da Sociedade Esportiva União Cacoalense e Weverson Dias da Silva, Diretor Geral da Sociedade Esportiva União Cacoalense.

RESULTADO: O denunciado WEVERSON DIAS DA SILVA, na tipicidade do artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, foi aplicado ao mesmo a pena de suspensão de 120 (cento e vinte) dias, já abatidos os 30 (trinta) dias da suspensão preventiva.

 

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )