LS Esporte - Portal de Notícia Esportiva de Rondônia

Notícias Internacional

PIVÔ DO IMBRÓGLIO ENTRE EQUADOR E CHILE, CHORA EM CAMPO E PEDE PARA SER SUBSTITUÍDO APÓS COMETER PÊNALTI

A pressão psicológica, porém, pesa contra o atleta de 23 anos. Na segunda, 23/05, ele foi às lágrimas em campo e pediu para ser substituído

PIVÔ DO IMBRÓGLIO ENTRE EQUADOR E CHILE, CHORA EM CAMPO E PEDE PARA SER SUBSTITUÍDO APÓS COMETER PÊNALTI
Foto: Reprodução
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O lateral Byron Castillo virou pivô de um grande imbróglio internacional, com a tentativa de invalidar a classificação do Equador à Copa do Mundo. O Chile diz ter provas de que o equatoriano nasceu na Colômbia e estaria inelegível para as Eliminatórias, o que provocaria a perda de pontos de El Tri. Por enquanto, a Fifa avalia a situação e Castillo mantém suas atividades no Barcelona de Guayaquil. A pressão psicológica, porém, pesa contra o atleta de 23 anos. Na segunda, 23/05, ele foi às lágrimas em campo e pediu para ser substituído depois de cometer um pênalti na derrota para o Aucas, pelo Campeonato Equatoriano.

Castillo perdeu algumas partidas do Barcelona na liga nacional, por conta de uma lesão, mas segue presente nos compromissos do clube. O defensor mantém seu espaço no Campeonato Equatoriano e vem sendo usado no segundo tempo das partidas pela Copa Sul-Americana. O debate ao redor do seu nome, de qualquer maneira, gera uma grande pressão para a sequência de sua carreira. Um dos melhores laterais do continente não vem se destacando tanto nas últimas partidas e a derrota para o Aucas pareceu a gota d’água.

O Aucas já vencia a partida quando Castillo cometeu o pênalti, nos acréscimos do primeiro tempo. O defensor começou a chorar e pediu para ser substituído, porque “não aguentava mais”. O técnico Jorge Célico atendeu ao pedido e tirou o lateral no intervalo. O Barcelona perdeu por 2 a 1 e, mesmo sem vencer há três rodadas, ainda lidera o Campeonato Equatoriano – com um ponto de vantagem sobre Universidad Católica e Independiente del Valle.

Depois da partida, Célico pediu mais sensibilidade em relação ao jogador: “Byron é uma vítima do poder midiático dos tempos modernos. Ele tem uma carga anímica terrível. Para mim, já é admirável por apenas se colocar para treinar. Vamos ser um pouco mais dóceis. Tratemos dos temas com mais cuidado, há um ser humano por trás”. O lateral não viajará com o time para a próxima rodada da Copa Sul-Americana, quando o Barça pega o Montevideo Wanderers no Uruguai. O Barcelona lançaria depois uma campanha de apoio nas redes sociais.

Fonte: Trivela

 

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )