LS Esporte - Portal de Notícia Esportiva de Rondônia

Notícias Futebol Nacional

MORRE WENDELL, EX-PREPARADOR DE GOLEIROS CAMPEÃO DO MUNDO COM A SELEÇÃO BRASILEIRA

Wendell vestiu a camisa da Seleção em sete oportunidades. Foram cinco vitórias, um empate e uma derrota, com apenas três gols sofridos e cinco jogos sem tomar gols.

MORRE WENDELL, EX-PREPARADOR DE GOLEIROS CAMPEÃO DO MUNDO COM A SELEÇÃO BRASILEIRA
Foto: Acervo da CBF
Imagens
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Faleceu nesta segunda-feira, 23/05, aos 74 anos, Wendell Lucena Ramalho, o ex-goleiro Wendell e preparador de goleiros, da Seleção Brasileira campeão mundial em 1994, também fez parte das comissões técnicas de 1998 e 2006. Como jogador em clubes, Wendell atuou entre as décadas de 1960 e 1980 pelo Fluminense e o Botafogo. Ainda não foi divulgado a causa da morte.

Revelado pelo Botafogo, Wendell teve duas passagens pelo clube. Jogou em 1968 e depois voltou na década de 70, ficando entre 1971 e 1977. Foi campeão da Taça Guanabara de 1974 e foi vice do Brasileiro de 1971. O ex-goleiro também foi quem sofreu o gol mais marcante de Roberto Dinamite, o do chapéu dentro da área no zagueiro Osmar, no Carioca de 1976. Ele também jogou por Santa Cruz (PE), Guarani (SP), Vila Nova (GO) e Ferroviário (CE).



Wendell vestiu a camisa da Seleção em sete oportunidades. Foram cinco vitórias, um empate e uma derrota, com apenas três gols sofridos e cinco jogos sem tomar gols. Como preparador de goleiros, ele esteve nas comissões técnicas comandadas por Carlos Alberto Parreira e Mário Zagallo nas Copas do Mundo dos Estados Unidos, em 1994, da França, em 1998, e da Alemanha em 2006.

O trabalho de Wendell na Seleção Brasileira não rendeu a ele apenas as glórias dentro de campo, como grandes amigos para toda a vida. É o caso de Taffarel. Presente nas Copas de 1994 e 1998 e atual preparador de goleiros da Seleção, ele lamentou o falecimento de um companheiro muito especial.

"Fiquei realmente muito triste, porque nós tínhamos um bom relacionamento. Toda vez que eu ia para a Seleção a gente sempre trocava ideia, eu contava as novidades, tudo aquilo que estava acontecendo ali dentro da Seleção com os goleiros, pedia muito a opinião dele também. Foi um treinador que me ajudou bastante na Seleção Brasileira, nós convivemos por muitos anos", contou Taffarel, que completou:

"Eu espero que a família toda possa estar sendo confortada nesse momento difícil. Vejo a repercussão nos grupos de jogadores de 94 e 98, todo mundo bastante triste, chateado. Hoje a gente perde uma grande pessoa. Que Deus o tenha".

Wendell Lucena Ramalho

Nascimento: 21/11/1947, Recife (PE)
Falecimento: 23/05/2022, São Lourenço do Oeste (SC)

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )