Jornal de Notícias

CAMPEONATO BRASILEIRO DAS SERIES A E B PODERÁ TER INICIO EM AGOSTO

Caso os municípios não estejam liberados, o clube que tiver que jogar em outra cidade, continua sendo o mandante da partida

Foto: Divulgação

OUVIR NOTÍCIA

Em reunião virtual realizada na noite de quinta-feira, 25/06, convocada pela CBF junto com a Comissão Nacional de Clubes (CNC) e a participação dos 40 clubes disputantes das series A e B, ficou definido o início do Campeonato Brasileiro das duas series.

O Campeonato Brasileiro da Série A poderá retornar no dia 9 de agosto (domingo). A Série B tem data prevista de recomeço para 8 de agosto (sábado).

As datas básicas e o cronograma de retorno foram propostos pelo presidente da CBF, Rogério Caboclo, e apoiados pelos clubes.

O retorno do futebol depende da autorização das autoridades de saúde. Mas, dezenove dos vinte clubes da Série A se dispuseram a jogar fora das suas cidades, em última instância, caso até lá seus municípios não estejam liberados pelas autoridades de saúde para realizar seus jogos.

Neste caso, o clube que tiver que jogar em outra cidade, continua sendo o mandante da partida. A aprovação foi um claro sinal de apoio à realização da competição pela CBF.

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Twitter

CAMPEONATO BRASILEIRO DAS SERIES A E B PODERÁ TER INICIO EM AGOSTO

Em reunião virtual realizada na noite de quinta-feira, 25/06, convocada pela CBF junto com a Comissão Nacional de Clubes (CNC) e a participação dos 40 clubes disputantes das series A e B, ficou definido o início do Campeonato Brasileiro das duas series.

O Campeonato Brasileiro da Série A poderá retornar no dia 9 de agosto (domingo). A Série B tem data prevista de recomeço para 8 de agosto (sábado).

As datas básicas e o cronograma de retorno foram propostos pelo presidente da CBF, Rogério Caboclo, e apoiados pelos clubes.

O retorno do futebol depende da autorização das autoridades de saúde. Mas, dezenove dos vinte clubes da Série A se dispuseram a jogar fora das suas cidades, em última instância, caso até lá seus municípios não estejam liberados pelas autoridades de saúde para realizar seus jogos.

Neste caso, o clube que tiver que jogar em outra cidade, continua sendo o mandante da partida. A aprovação foi um claro sinal de apoio à realização da competição pela CBF.

Publicidade

Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )